Veja o que é greenwashing e porque você deve fugir dele agora

 A preocupação ambiental e os cuidados com o meio ambiente são prioridades no mercado atual. Este cuidado acabou desencadeando uma prática incorreta chamada greenwashing. Você sabe o que é? Entenda como o greenwashing é ruim e pode prejudicar a imagem da empresa.

As empresas que praticam o greenwashing, vinculam propagandas afirmando sustentabilidade, porém, as informações de marketing não correspondem a realidade praticada. Este posicionamento é um tipo de propaganda enganosa. Entenda como a empresa pode ser prejudicada ao realizar o greenwashing.

1. Falta de credibilidade

Você costuma conferir os produtos antes de comprar? A maioria dos consumidores procura informações na internet, como avaliações de outros compradores, por exemplo. A internet permite fácil acesso a maiores informações, por isso, os clientes estão cada vez mais exigentes e mais preocupados com os dados informados pelos fabricantes.

Neste universo, as empresas devem se comprometer com a veracidade das informações. Lembre, que hoje é muito fácil conferir o que é verdade, ou não. Ao divulgar dados falsos, a empresa será mal vista no mercado, ou seja, perderá credibilidade junto aos clientes.

2. Penalidades

As penalidades serão variáveis, dependendo do país onde a propaganda enganosa for veiculada. No Brasil, as penas são, em geral, advertências e suspensão de campanhas publicitárias com informações não verídicas.

Em casos mais drásticos, as empresas podem ser multadas e processadas por consumidores que sintam-se lesados pela propaganda enganosa.

3. Imagem manchada

Assim como falamos do impacto na credibilidade da empresa, ao utilizar dados falsos para alavancar o marketing, a imagem da empresa pode ser comprometida.

A empresa fica com uma imagem ruim no mercado, podendo inclusive ter a qualidade dos produtos questionada. Em uma época com aumento da preocupação ambiental, usar dados imprecisos e que possam induzir o consumidor ao erro é o caminho para reclamações e perda de confiança.

4. Redução do número de clientes

Ao sentirem-se enganados, os clientes buscarão empresas com idoneidade atestada. Os consumidores buscarão maiores dados sobre a procedência, materiais e formas de produção. Um exemplo de perda de clientes, são as marcas de fast fashion que empregam trabalhadores em condições ruins. Muitos consumidores deixam de comprar os produtos das lojas assim que ficam sabendo das condições de confecção das peças.

Assim como a preocupação ambiental está crescendo e muitos produtos ganham mercado neste cenário, infelizmente muitas empresas utilizam o greenwashing como técnica de posicionamento. Você como consumidor deve se prevenir, sabe como?

Procure maiores informações sobre a origem dos produtos, como são os locais de produção, quais são os materiais usados e qual sua procedência.

Um exemplo de greenwashing são os fornecedores de telhas que afirmam sustentabilidade por não usar amianto, o que é mentira, pois, o amianto é proibido. Ou seja, não usar amianto é obrigatório para os fabricantes e não um diferencial como muitas empresas afirmam.

Busque maiores informações sobre o produto e sobre a empresa fabricante para não cair em campanhas de marketing que utilizem o greenwashing. Cuidado com os dados fornecidos. Quer saber mais? siga nossas páginas no Facebook, Twitter, Youtube, Instagram e Linkedin.

Deixe um comentário