Imagem de telhado de PVC

Telhado de PVC: será que vale a pena usar plástico no telhado?

O telhado de PVC surgiu no início da década de 90 nos Estados Unidos e, desde então, foi amplamente usado na China e nos países da Europa, onde despontou como uma solução de cobertura resistente e ambientalmente sustentável.

Imagem de telhado de PVC

Apesar da grande diversidade de materiais de construção disponíveis no mercado, a escolha da cobertura de uma casa deve levar em conta as necessidades de cada projeto e, é claro, as características da telha escolhida.

Então, será que o telhado de PVC é mesmo uma boa opção de cobertura? Descubra as vantagens e as desvantagens desse tipo de cobertura. Continue lendo!

Telhado de PVC – o que é?

O PVC – Policloreto de Vinila – é um plástico muito resistente à corrosão, característica que o tornou muito popular na indústria da construção civil. Canos para tubulação de água potável, revestimentos para pisos, telhados e paredes são comumente fabricados em PVC, material que se destaca como um alternativa aos materiais mais tradicionais de construção como a madeira, metal e o vidro.

A telha de PVC é uma cobertura leve que pode ser utilizada em telhados planos ou em outros estilos arquitetônicos. No entanto, o material é mais comumente usado em projetos de telhados íngremes.

O telhado de PVC é indicado, principalmente, para pequenos projetos de casas residenciais. Conheça um pouco mais sobre esse material:

Características do telhado de PVC

Durabilidade e resistência

Telhas de PVC podem ser encontradas em diferentes formatos como o colonial e o ondulado. Essas telhas possuem cores variadas como o branco, o bege e o marrom. Também é possível optar por telhas de PVC translúcidas, capazes de fornecer pontos de luz no ambiente.

Um dos fatores que mais afeta a durabilidade de um material de cobertura em condições de uso típico é a resistência à oxidação. O PVC é altamente resistente às reações oxidativas, por isso sua durabilidade é considerada muito boa.

Além disso, o PVC é bem resistente aos raios, chuvas fortes e granizo, que dificilmente penetram na estrutura de um telhado plástico. Esse material também é muito resistente ao impacto e dificilmente se quebra durante o transporte ou manuseio. No entanto, a instalação de um telhado de PVC requer cuidados específicos, uma vez que o material exige um sistema próprio de vedação.

 

Pouca manutenção

A manutenção de um telhado de PVC requer limpeza constante, uma vez que a cobertura pode acumular detritos. Como o plástico é imune ao ataque de fungos e insetos, basta limpar a telha com água e sabão para que ela volte a exibir a aparência de nova.

Caso alguma telha se quebre devido a uma tempestade, por exemplo, ela deve ser substituída imediatamente para não danificar a estrutura e nem permitir que a água da chuva invada o imóvel.

Resistência ao fogo

O PVC é muito resistente ao fogo, característica que o torna um material muito popular em indústrias. Esse termoplástico é fabricado com 57% de cloro derivado do Cloreto de Sódio – conhecido popularmente como sal de cozinha, assim, quando incendiado, esse alto teor de cloro extingue as chamas.

Como o calor liberado pela queima do PVC é muito menor do que as temperaturas liberadas por outros plásticos, como o PE e o PP, é menos provável que a queima do material alastre fogo, o que aumenta a conveniência do seu uso na fabricação de materiais de construção.

Alto custo do telhado de PVC

No mercado nacional, existem poucos fabricantes de telhas de PVC, o que torna o seu preço pouco atrativo quando comparado aos outros tipos de telha, como a telha ecológica de fibra vegetal.

Atualmente, um modelo que imita telhado cerâmico, por exemplo, custa em torno de R$ 100 a unidade (88 x 230 cm). Já um modelo mais simples, custa em torno de R$ 75 a unidade (91 x 240 cm).

Como pode acontecer com outros tipos de cobertura, como as telhas metálicas, as telhas de PVC podem se deslocar sob ação de ventos fortes, o que acaba por gerar mais custos devido à necessidade de substituição das telhas.

Ambientalmente amigável

Existem alguns benefícios ambientais associados a um telhado de PVC, entre eles podemos citar o fato de o material poder ser reciclado repetidas vezes, se transformando numa infinidade de novos produtos, mesmo após décadas de vida útil.

Imagem ilustrativa de plástico reciclado

No entanto, um telhado de PVC não é considerado eficiente do ponto de vista térmico, uma vez que o material retém muito calor. Devido a essa característica, ambientes cobertos com a telha plástica se tornam muito quentes e requerem o uso excessivo de ar-condicionado, o que acaba por gerar aumento nas contas energia nos meses mais quentes do ano.

Imagem ilustrativa de telhado de PVC com baixa eficiência térmica

Para melhorar o conforto térmico em um imóvel com telhado plástico é preciso aplicar manta entre o telhado e o forro.

Conforto acústico

Os telhados de PVC também são pouco eficientes do ponto de vista acústico, uma vez que não favorecem o isolamento de barulhos externos, principalmente quando comparados aos outros materiais de cobertura como as telhas de concreto e as telhas cerâmicas.

A telha ideal para um projeto de construção ou reforma deve garantir a segurança e o conforto dos moradores. Além disso, o material de cobertura escolhido deve ser durável e resistente, proporcionar conforto térmico e acústico e não interferir no design do projeto.

Agora que você já conhece melhor as características de um telhado de PVC, que tal descobrir como adequar o telhado do seu imóvel aos requisitos da construção sustentável?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.