Telha francesa: será que é uma boa opção para o seu telhado?

As telhas cerâmicas são um material de cobertura muito popular no Brasil. Entre os modelos mais conhecidos, a telha colonial, a telha portuguesa e a telha francesa se destacam como coberturas de barro muito utilizadas em projetos arquitetônicos.

Imagem ilustrativa do post sobre telha francesa

Como você sabe, o telhado é um elemento estrutural de qualquer imóvel, consumindo grande parte do orçamento de uma obra. A telha francesa tem um baixo custo unitário, no entanto, possui características que exigem atenção – ela é muito frágil e pode quebrar facilmente durante uma tempestade, por exemplo. Além disso, essa telha é pouco resistente ao vento.

Vai construir ou reformar o seu telhado? Que tal descobrir por que a telha francesa pode não ser a melhor opção para o projeto da sua casa? Acompanhe!

Telha francesa: como é essa cobertura cerâmica?

A telha francesa é um tipo de telha de barro plana e retangular que possui bordas abauladas, para facilitar seu encaixe. É um tipo de telha utilizado há mais de 300 anos, o que a torna uma das telhas mais populares do país.

telha francesa tem tamanho semelhante aos demais modelos de coberturas cerâmicas, como a telha colonial ou a portuguesa, e é indicada para projetos arquitetônicos que possuem telhados com forte declive, devido ao seu formato mais plano. É comumente utilizada em telhados de cidades litorâneas, pois é muito resistente à maresia.

Por que a telha francesa pode não ser uma boa opção para o seu telhado?

Alguns materiais de cobertura podem ser mais adequados para a construção de um telhado do que outros. Fatores como a inclinação do telhado e a resistência do enquadramento podem limitar a sua escolha do material.

Em áreas sujeitas a chuvas e ventanias constantes, por exemplo, a cobertura escolhida precisa ser muito resistente. Vamos comentar detalhadamente por que a telha francesa pode não ser a melhor escolha para o seu projeto.

Instalação

A instalação da telha francesa requer profissionais especializados, com ampla experiência, pois para que a cobertura fique bem feita, o telhado precisa ser medido com exatidão. Além disso, as telhas precisam ser colocadas em um padrão específico, sem que haja espaços entre uma e outra, para que o telhado não permita a passagem da água da chuva.

Estrutura

A estrutura do telhado deve ser bastante robusta para suportar o peso da telha cerâmica. Se você estiver substituindo um telhado antigo por outro, de telhas cerâmicas, deve consultar um arquiteto para saber se há necessidade de reforço estrutural, o que aumentará o custo do projeto.

Imagem ilustrativa sobre a necessidade de manutenção da telha francesa

Também é importante observar que, embora a telha francesa tenha uma boa durabilidade é preciso realizar manutenções depois de cada temporada de chuva. A madeira deve estar sempre em bom estado de conservação e, caso sejam encontradas peças mofadas ou rachadas, elas devem ser substituídas para evitar que a cobertura desmorone.

Durabilidade

Embora muitos proprietários possam considerar a dureza de uma telha cerâmica uma vantagem, na verdade essa característica é uma desvantagem. Enquanto um telhado de telha ecológica de fibra vegetal pode resistir bravamente a um dia de chuva e vento, um telhado de telha francesa poderá sofrer rachaduras e quebras, caso as telhas se desprendam da estrutura.

Como a cerâmica é um material pouco flexível, ela é muito propensa a quebras, caso seja preciso subir no telhado para realizar alguma manutenção. Também é comum a telha se quebrar ao ser atingida por um objeto, como um galho de árvore ou granizo.

Se em climas quentes a cerâmica já é pouco resistente, em temperaturas baixas o material se torna ainda mais frágil. Isso ocorre porque o aquecimento e o resfriamento repetitivos enfraquecem o material e o torna ainda mais propenso a rachaduras.

Eficiência energética

Devido a sua alta densidade, a cerâmica demora um tempo relativamente mais longo para aquecer ou resfriar do que outros materiais de construção, como a madeira.

Da mesma forma que um piso cerâmico reterá calor em climas mais quentes, dificultando o resfriamento da área onde o ladrilho foi instalado, um telhado cerâmico acaba por tornar um ambiente mais quente e é considerado pouco eficiente do ponto de vista térmico.

Resistência ao vento

Outra desvantagem das telhas cerâmicas, assim como das demais coberturas pesadas, é que elas não representam uma barreira eficiente contra o vento.

Ao contrário de uma telha grande, bem fixada por parafusos, a telha francesa pode se mover ou cair do telhado, permitindo que a chuva invada o imóvel.

Como construir um telhado realmente eficiente?

As telhas cerâmicas ainda ocupam papel de destaque na arquitetura contemporânea. No entanto, novas tecnologias possibilitaram o surgimento de materiais de construção mais eficientes em termos energéticos e também opções de cobertura mais “amigas do meio ambiente”.

Imagem de telhas de fibra vegetal Onduline

A telha ecológica de fibra vegetal é um material de construção que desponta como alternativa para quem não deseja usar a telha francesa no projeto de construção do telhado. A telha ecológica pode ser encontrada em diferentes cores como o vermelho, verde, marrom e preto, garantindo liberdade criativa para mais beleza e sofisticação nos projetos.

O isolamento oferecido por esse material de cobertura ecológico pode reduzir a quantidade de energia necessária para moderar a temperatura de uma edificação, pois a telha vegetal retém pouco calor (quando comparada aos modelos de telhas de fibrocimento de 5mm).

A telha ecológica é um material incrivelmente leve, permitindo a construção de telhados com menos madeiramento, o que acelera a obra e barateia o projeto.

Existem diferentes tipos de telhas que podem ser utilizadas em projetos de telhados de estilos arquitetônicos variados, no entanto é preciso avaliar outros aspectos além do custo na escolha do modelo ideal.

Agora que você conhece as limitações da telha francesa para o seu projeto, aprenda a escolher uma telha resistente ao vento.

Deixe um comentário