Telha ecológica: 3 soluções criativas e tecnicamente viáveis

Mesmo sendo um recurso novo entre os materiais da construção civil, a telha ecológica é um item que permite inovações nos projetos arquitetônicos, como personalização de instalação, conforme as necessidades da planta e características estéticas de cada edificação.

O modelo padrão de telha ecológica já oferece variedade de cores, flexibilidade e leveza, liberando a criatividade dos profissionais de arquitetura e interiores para criação de coberturas diferenciadas.

Aliando essa flexibilidade técnica da telha ecológica aos benefícios de maior conforto térmico, alta durabilidade e proteção contra a umidade, esse tipo de telha oferece o equilíbrio perfeito entre sustentabilidade, funcionalidade e melhor aproveitamento do telhado.

Telha ecológica: 3 soluções criativas e tecnicamente viáveis

Telha ecológica X Telhas convencionais

A telha ecológica apresenta vantagens em relação às convencionais, começando pela estrutura de madeiramento do telhado. Telhas cerâmicas coloniais, por exemplo, podem ser mais baratas por m², mas o madeiramento acaba saindo mais caro para suportar seu peso com segurança.

As telhas ecológicas são as mais leves do mercado, ao mesmo tempo em que apresentam uma grande resistência mecânica. Em regiões frias da Europa e até na Rússia, onde o inverno é rigoroso, com ventos fortes e nevascas, a preferência é pela telha ecológica. Já, as telhas convencionais, como as coloniais cerâmicas e as de fibrocimento, quebram facilmente quando submetidas às situações climáticas intensas como essas.

Em relação ao conforto térmico e isolamento acústico, a telha ecológica também se destaca frente aos modelos de de fibrocimento e de metal.

Sustentabilidade de verdade

As telhas ecológicas são materiais de construção sustentável, produzidas a partir de material reciclado, em processo rigorosamente controlado para evitar desperdícios e poluição. Toda a cadeia produtiva desse tipo de telha, desde a fabricação até a instalação, é pensada de forma a preservar o meio ambiente.

Por exemplo, alguns modelos de telha ecológica contêm mais de 50% de materiais reciclados em sua composição.

Estética das telhas ecológicas

A telha ecológica é muito flexível, permitindo adaptações técnicas para telhados com maior inclinação. O fato de a telha ecológica demandar menos madeira, por exemplo, torna mais fácil a criação de telhados modernos e com muita personalidade.

Vai construir ou reformar? Antes de especificar os materiais do seu projeto, conheça três soluções criativas que utilizam telha ecológica.

1 – Telhados arqueados

A flexibilidade da telha ecológica, um dos pontos mais valorizados pelos profissionais de arquitetura, permite que ela seja curvada para atingir posições que outras telhas não alcançam, sem quebrar, devido à sua resistência mecânica. Assim, é possível inovar no projeto de telhado, conseguindo visuais diferenciados em coberturas de casa.

Já, os tipos de telhas convencionais, que são rígidas e não podem ser envergadas, ou ficam retas ou quebram facilmente na menor tentativa de envergadura.

Os telhados arqueados abrem grandes possibilidades para o arquiteto desenvolver projetos audaciosos, que necessitam de tipos de telhas específicos. Algumas outras coberturas podem até apresentar essa característica – como as placas de metal – mas nenhum outro material oferece as funcionalidades que a telha ecológica possui.

2 – Telhados artísticos

Diferentemente da telha de fibrocimento convencional, que normalmente figura em inclinações menores, a inclinação mínima da telha ecológica no seu modelo clássico, exceto a telha ecológica colonial, é de 18%, no entanto, esse índice pode ser bem maior.

Com isso, é possível criar verdadeiras obras de arte arquitetônicas usando a telha ecológica, aproveitando sua alta inclinação para criar projetos que fogem do lugar comum nas construções brasileiras.

Com inclinação impressionante e caimento proporcional, com a telha ecológica é possível criar plataformas paralelas no telhado, assim como outros modelos criativos de coberturas.

3 – Telhado colonial

As telhas cerâmicas coloniais estão presentes em várias casas pelo Brasil, sendo reconhecidas à distância pela sua cor vermelha característica e seu modelo de encaixe. Para quem ama esse modelo de cobertura, mas não quer abrir mão da sustentabilidade, a telha ecológica colonial é a melhor alternativa.

Com design que remete ao charme conservador e robusto da telha cerâmica colonial, estética utilizada desde a Roma antiga, as telhas ecológicas coloniais agregam agilidade ao projeto, devido à sua leveza e resistência, que facilitam o manuseio no canteiro de obras.

Vários modelos, várias possibilidades

As telhas ecológicas oferecem uma ampla gama de possibilidades na criação de telhados inovadores ou tradicionais, a partir da variedade de modelos disponíveis o mercado.

Como o modelo de placa ondulada cinza é o mais antigo e mais consolidado no mercado, alguns profissionais de arquitetura e interiores imaginam que a telha ecológica é um material de construção limitado. No entanto, a pesquisa e desenvolvimento de produtos sustentáveis inovadores já provou o contrário.

A telha ecológica ainda tem outro grande diferencial: ela conta pontos para a certificação LEED.

Grandes possibilidades de personalização para telhados arqueados, coberturas com inclinações audaciosas, telhados artísticos e até mesmo para os telhados clássicos coloniais tornam-se viáveis com a telha ecológica. As telhas ecológicas representam a inovação na construção civil para telhados diferenciados, econômicos, resistentes, seguros e sustentáveis.

Gostou desse artigo sobre soluções criativas e tecnicamente viáveis com telhas ecológicas? Aproveite para saber mais sobre materiais de construção sustentáveis que já estão disponíveis no mercado, lendo outros artigos no nosso blog.

Deixe um comentário