Reformas de casas: 7 coisas que você precisa saber

Foto ilustrativa sobre reformas de casas

Se você acabou de se mudar e precisa reformar vários espaços da casa, ou se mora no mesmo endereço há muito tempo e deseja remodelar um cômodo ou outro, prepare-se para evitar imprevistos e “enfrentar” esse período com tranquilidade.

Nessas situações, a informação é a melhor aliada de quem não dispõe de recursos para contratar uma equipe especializada, mas precisa reformar. Com algumas dicas, é possível fazer pequenas reformas e obter grandes melhorias, com pouco esforço e sem muito investimento.

Conheça os pontos importantes de uma reforma bem sucedida:

1. Instalações elétricas merecem atenção nas reformas de casas

Mesmo que uma reforma, aparentemente, não inclua áreas de fiação e caixas de disjuntores, aproveite a ocasião para fazer uma revisão geral nas instalações elétricas. Providencie os reparos necessários caso encontre tomadas ou bocais de lâmpadas que não estejam funcionando como deveriam, por exemplo.

Em situações de alteração da planta, com remoção ou construção de paredes, é ainda mais importante verificar se haverá necessidade de modificar a estrutura elétrica do imóvel, por conta da reforma. Lembre-se de conduzir esses reparos com a ajuda de um profissional especializado.

2. Iluminação faz parte do projeto elétrico

O projeto elétrico também deve incluir um projeto de iluminação nas reformas de casas. O primeiro passo ao iluminar um ambiente é perguntar-se qual é a função do lugar e quais as necessidades dos usuários daquele espaço.

Atividades diferentes exigem diferentes tipos e níveis de luminosidade. Além disso, o mesmo ambiente pode precisar de tipos distintos de iluminação, tais como:

  • Iluminação de acento: ilumina suavemente alguns pontos;
  • Iluminação de tarefa: ilumina bem pontos específicos;
  • Iluminação geral: ilumina todo o espaço.

Níveis diferentes de luminosidade são utilizados em momentos alternados do dia e para diferentes fins. Lembre-se que a chave para um esquema de iluminação funcional é saber como e quando integrá-los.

3. Instalações hidráulicas podem dar trabalho

Depois de verificar a parte elétrica é preciso verificar as instalações hidráulicas do imóvel. Se os canos da casa forem de cobre ou ferro é conveniente verificar o fluxo de água e o estado de toda a tubulação.

Se necessário, é possível regenerar o mau estado dos tubos por meio de soluções que não requeiram substituição das peças, como a aplicação de uma camada de resina especial na parte interna do cano. Essa solução cria uma nova superfície pela qual a água circulará livre de qualquer resíduo metálico.

4. Revestimentos melhoram a remodelação dos espaços

Materiais alternativos para reformas de casas podem modificar um espaço e eliminar a necessidade de uma reforma mais demorada. Pisos de vinil e forros de PVC são apenas alguns exemplos de materiais capazes de renovar uma casa sem gerar detritos, evitando obras mais trabalhosas.

Móveis podem ser revestidos com adesivos, assim como paredes e azulejos podem ser renovados com tecidos ou pastilhas adesivas.

5. Reformas de casas devem incluir o telhado

O telhado deve ser inspecionado regularmente, de preferência antes da estação das chuvas. Caso você verifique a existência de telhas soltas ou quebradas será preciso repará-las para evitar vazamentos e infiltrações. Considere utilizar os novos modelos de telha disponíveis no mercado, feitas de material ecológico,  para economizar evitando futuras reformas.

Também é preciso verificar se a madeira que compõe a estrutura do telhado possui rachaduras ou se está infestada por cupins, nesse caso também será preciso substituir a madeira velha por uma nova.

Para escolher as telhas é preciso analisar a inclinação do telhado, o que evitará que a água se acumule. Também é importante que a telha escolhida seja homologada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

6. Esquadrias fazem parte da reforma de casas

Se as portas e janelas estiverem em más condições é prudente substituí-las na ocasião da reforma. Armazéns de demolição podem ser uma boa opção para encontrar itens seminovos em bom estado.

As esquadrias também podem ser renovadas, com revestimento e uma boa pintura – a laca é uma excelente opção, pois deixa janelas e portas como novas. As janelas também terão maior durabilidade se suas molduras forem lixadas e pintadas.

Lembre-se de ajustar porcas e parafusos, bem como, lubrificar ferragens e, sempre que possível, aplicar um produto anti-corrosão.

7. Climatização também

Para manter a sua casa fresca durante os meses quentes do ano é preciso pensar na climatização durante as reformas de casas.

Considere instalar ventiladores de teto para aumentar o conforto térmico nos ambientes, lembrando que em um espaço de tamanho médio é necessário uma brisa de 2,5 m/seg ou 1,7 mph.

Se a casa tiver ar-condicionado, é bom considerar a substituição do compressor externo por uma unidade moderna de alta eficiência. Certifique-se de que o modelo do aparelho seja adequado para a umidade do local.

Caso prefira comprar um novo aparelho, é preciso observar a eficiência energética dele: para condicionadores de ar, a taxa de eficiência energética (EER) deve ser acima de 10. Para um ar-condicionado procure uma classificação de eficiência energética sazonal (SEER) acima de 12.

 

Reformas de casas podem ser a realização de um sonho, uma conquista muito prazerosa se alguns cuidados forem observados. Aproveite essas dicas e organize a sua.

Agora você já sabe como as reformas de casas podem ser feitas sem grandes sustos. Gostou das nossas dicas? Deixe seu comentário.

Deixe um comentário