Por que a telha de amianto é tão perigosa? Entenda os riscos!

Muitos projetos arquitetônicos ainda utilizam a telha de amianto nos telhados. Mas será que o uso desse material de construção é adequado?

Banido em mais de 70 países nas últimas décadas, o amianto pode causar severos danos à saúde de uma pessoa, além de poluir o meio ambiente.

Imagem ilustrativa de trabalhadores retirando telhas de amianto com máscara e roupas de proteção

No Brasil, há alguns anos, uma decisão do STF tornou proibida a comercialização de produtos fabricados com essa fibra mineral. No entanto, apesar da proibição, alguns fabricantes ainda comercializam as telhas de amianto que têm em estoque ou que são provenientes de demolições.

Quais os danos que o amianto traz à saúde? Por que a telha de amianto não é a melhor escolha para o seu projeto de construção ou reforma? É o que você vai descobrir no post de hoje! Acompanhe!

Amianto – o que é?

Para muitos, pode ser mais fácil identificar as telhas de amianto quando falamos das telhas de fibrocimento. A denominação “amianto” se refere a um grupo de minerais fibrosos que podem ser encontrados facilmente na natureza. Esse mineral era muito usado na indústria devido à sua excelente resistência à tração, baixa condução térmica e boa resistência a ataques químicos.

Detalhe das fibras de amianto em uma telha

Produtos de amianto também eram muito utilizados para isolar construções comerciais e imóveis residenciais. Além disso, o amianto também era empregado na fabricação de vários materiais de construção, como telhas, caixas d’água, juntas e pastilhas para automóveis. O mineral também podia ser  usado na fabricação de placas de fibrocimento.

Por que a telha de amianto não é a melhor escolha para a construção de um telhado?

São muitos os problemas causados ao optar por materiais de construção feitos de amianto. Entre eles podemos citar:

O amianto é um mineral cancerígeno

O amianto é uma substância friável, o que significa que se desintegra muito facilmente ao sofrer um impacto, liberando feixes de fibras no ar.

A deterioração de uma telha de amianto aumenta a friabilidade do material. Danos causados pelas águas da chuva, vibração contínua, envelhecimento e também por impactos aumentam a fragilidade do material e tornam mais provável a liberação da fibra no meio ambiente.

As fibras de amianto, normalmente, penetram no corpo humano por meio da respiração. Muitas das fibras do mineral ficam presas nas membranas mucosas do nariz e da garganta e podem penetrar profundamente nos pulmões ou, se ingeridas, no trato digestivo. Uma vez no organismo, as fibras podem causar vários problemas à saúde.

O câncer de pulmão é a doença mais grave relacionada à exposição à fibra de amianto. A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC) classifica o amianto como “altamente carcinogênico”, baseado em sua capacidade de causar mesotelioma e câncer de pulmão.

Além do câncer, o amianto pode causar o surgimento de placas pleurais – manchas espessadas de tecido cicatricial na pleura (revestimento) do pulmão e asbestose – tecido cicatricial progressivo dentro dos pulmões, que prejudicam a respiração.

O amianto causa sérios danos ao meio ambiente

A extração do amianto pode colocar em risco todo um ecossistema. O processo libera feixes de fibras minerais no meio ambiente fazendo com que elas sejam ingeridas por animais ou absorvidas pela vegetação. Feixes de fibra de amianto podem ainda atingir rios, lagos ou lençóis freáticos, contaminando todo um meio ambiente.

O amianto pode colocar em risco a saúde da sua família

O feixe de fibras minerais do amianto também pode colocar em risco a saúde da sua família. Se você mora em uma casa mais antiga, possivelmente convive com materiais de construção que contenham amianto. Por isso, na hora de retirar uma telha ou uma caixa d’água de amianto é preciso tomar muito cuidado para evitar que o material quebre.

Para não arriscar, é importante que o produto seja removido de toda a construção. Para isso, contrate um empreiteiro qualificado para realizar o trabalho – não tente remover a telha de amianto sozinho.

Também é importante observar que os materiais de construção que contêm amianto não podem ser descartados em aterros sanitários, mas sim, somente em locais destinados a produtos perigosos.

 

Qual material de cobertura pode substituir a telha de amianto?

Alguns materiais de construção “amigos do meio ambiente” surgiram no mercado nos últimos anos para reduzir o impacto ambiental da construção civil e evitar a contaminação do meio ambiente. Entre eles podemos citar a telha ecológica de fibra vegetal.

Telhas Ecológicas Premium Ondvilla by Onduline

A telha ecológica de fibra vegetal é um produto fabricado com alta tecnologia, que não polui o meio ambiente e não oferece riscos à saúde dos moradores do imóvel, uma vez que é feito com fibras vegetais e aparas de papel reciclado.

É um “material de construção verde” muito resistente – é capaz de resistir a cargas de até 90 km / m² – e durável, que não precisa de manutenção ou reparos frequentes. Além disso, é flexível e resistente à água.

A telha ecológica de fibra vegetal pode ser encontrada em diferentes cores, o que a torna capaz de transformar até mesmo um projeto simples em uma construção bem atraente. A imagem acima é da linha de Telhas Ecológicas Premium Onduvilla by Onduline, disponíveis em 7 cores.

Embora ainda seja muito utilizada em projetos residenciais, a telha de amianto não é a melhor escolha para a construção de um telhado, uma vez que pode colocar em risco a saúde dos moradores e também contaminar o meio ambiente.

Além do mais, o a telha de amianto não contribui para o design de um projeto, já que está mais frequentemente associada às construções mais simples.

Vale a pena conferir também o infográfico Guia da Reforma: 8 Motivos para evitar a Telha de Amianto.

Agora que você já sabe por que a telha de amianto é tão perigosa, que tal descobrir como escolher a cobertura ideal para o seu projeto de construção sustentável?

Deixe um comentário