Confira 6 dicas de como fazer um telhado

O telhado é uma estrutura muito importante para sua obra, mas você sabe como fazer um telhado? Existem soluções no mercado que permitem que você mesmo faça a instalação, confira nossas 6 dicas e veja quais cuidados são necessários!

Sem dúvida, um dos principais critérios para um telhado bonito e funcional é a escolha correta das telhas. A onduline stilo, é uma linha destinada aos clientes com o perfil “faça você mesmo”. Vamos compreender o passo a passo, o projeto, a escolha de materiais e os cuidados ao subir no telhado.

1. Contrate um profissional para projetar a cobertura

Se você está pensando em economizar, sugerir a contratação de um engenheiro, ou arquiteto pode parecer absurdo, não é? Acredite, um bom projeto ajudará a economizar e muito. O projeto considerará a vazão de água das chuvas, o número de águas, ou inclinações necessárias no telhado e o dimensionamento de calhas e tubulação para escoamento eficaz.

Ao executar um telhado com esses parâmetros, a chance de problemas futuros é reduzida. Outra característica de telhados projetados, é a preocupação estética na composição com o restante da edificação. Os critérios como tipos de telha e inclinação das águas serão fatores decisivos na escolha das telhas.

Lembre de observar as indicações dos fabricantes, as inclinações indicadas são consideradas para evitar empoçamento e possíveis problemas na estrutura do telhado. Usualmente os fabricantes de telhas cerâmicas indicam inclinações em torno de 45%, já os telhados de fibrocimento ou materiais ecológicos, em torno de 15%.

2. Faça o quantitativo de materiais

Com o projeto em mãos já é possível calcular os quantitativos, como:

  • madeira para estrutura do telhado;
  • quais os tipos e quantas telhas serão usadas por metro quadrado da cobertura;
  • detalhes construtivos como cumeeiras, rufos e calhas.

Uma dica importante é cotar os materiais em mais de um fornecedor, tente orçar em três empresas diferentes. Ao orçar os itens você pode organizar o planejamento financeiro para aquisição dos itens.

3. Escolha o tipo de estrutura

As estruturas de telhado mais usuais são de madeira ou metálica. Tempos atrás, a estrutura em madeira era a solução mais econômica, mas hoje a comercialização de perfis metálicos foi popularizada e está com preço muito competitivo no mercado.

Os tipos de tesouras e treliças usadas para sustentação do telhado serão diferentes de acordo com a inclinação e peso das telhas escolhidas. Os tipos mais comuns de telhado são:

  • águas planas;
  • shed;
  • abobadados;
  • cúpula.

4. Veja qual é o melhor tipo de telha

Como já vimos, o tipo de telha será variável de acordo com a inclinação e número de águas do telhado. Existem telhas de diversos materiais, e cada material terá opções em diferentes formatos e tamanhos.

Os materiais mais comuns disponíveis no mercado são: telha cerâmica, telha de fibrocimento, telha de pvc, telha asfáltica, telha metálica e telha ecológica. Dependendo da proposta estética, algumas telhas são mais indicadas. Outras são melhores no isolamento térmico e acústico, por isso, veja qual é a mais indicada para o seu projeto!

5. Detalhes construtivos

É preciso muito cuidado na instalação das telhas, pois, de nada adianta fazer um belo projeto, dimensionar a estrutura adequadamente e não seguir as orientações técnicas durante a montagem. Cuide com os seguintes detalhes:

  • inclinação do telhado;
  • ligações e posicionamento dos perfis estruturais;
  • posicionamento e estanqueidade dos rufos;
  • instalação e nivelamento das calhas;
  • tubulação de coleta e destinação das águas de chuva;
  • instalação das cumeeiras;
  • posicionamento dos elementos de ventilação.

6. Realize a manutenção

Uma indicação muito importante é fazer a manutenção periódica do telhado para evitar o acúmulo de folhas e sujeiras. A deposição de materiais é natural com o passar dos tempos, por isso, a limpeza deve ser feita para garantir a funcionalidade do telhado.

O entupimento de calhas é um dos principais problemas nos telhados, faça a limpeza periodicamente. O tempo entre limpezas será variável em função das condições no entorno da edificação. Por exemplo, uma região com muitas árvores dependerá de limpezas mais frequentes. Avalie frequentemente e mantenha as calhas limpas.

A orientação geral é: limpe as calhas no mínimo a cada seis meses. Primeiramente retire as folhas e impurezas, depois lave as estruturas com materiais não abrasivos e finalize a limpeza enxaguando com água abundante.

Outro cuidado é verificar a necessidade de substituir telhas, por exemplo, depois de uma chuva com muito vento, as telhas podem sofrer deslocamentos ou quebras. As peças danificadas deverão ser substituídas para evitar infiltrações e problemas na cobertura.

Lembre que as pequenas manutenções garantem a proteção e funcionamento adequado das coberturas.

Dica extra: escolha telhas ecológicas

Agora que falamos sobre os critérios de projeto e instalação de telhas, fica mais fácil pensar em executar seu próprio telhado. Para que o projeto seja bem-sucedido é importante usar os materiais adequados.

Você já conhece a Onduline stilo? A telha é feita de material ecológico, altamente resistente e com baixo peso. Por suas características é uma ótima opção para os projetos “faça você mesmo”. A telha já vem com guias e direcionamentos para instalação.

Cada folha da telha pesa apenas seis quilos, o que facilita muito o transporte e manuseio. A telha tem quinze anos de garantia de fábrica e está disponível em quatro opções de cores. As folhas de telha são impermeabilizadas com resina e betume. Os impermeabilizantes impedem a proliferação de fungos e micro-organismos.

O material ecológico das telhas não quebra e não trinca. Outra informação importante é a melhoria do conforto térmico proporcionado pelas telhas, ao utilizar a Onduline stilo é possível reduzir em média dois graus no interior dos ambientes. Invista nesse tipo de telha para seus projetos!

A instalação de telhados é simples, mas deve ser feita com muito cuidado e atenção. Siga os critérios de projeto e as orientações dos fabricantes de telhas. Nos manuais das telhas são detalhados os pontos de fixação, sobreposição entre folhas e cuidados de transporte.

Agora que você já conhece o passo a passo de como fazer um telhado, ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a empresa, nós podemos te ajudar a construir lindas coberturas!

Deixe um comentário