6 recursos arquitetônicos para sustentabilidade na construção civil

A sustentabilidade na construção civil é uma tendência de valorização no mercado imobiliário brasileiro, sustentada pela mudança na mentalidade dos consumidores, que demandam a adaptação das edificações e dos novos projetos de construção a esse cenário.

Diante desse contexto, as certificações verdes, como LEED, EDGE, AQUA e BREEAM já são diferenciais importantes nos projetos arquitetônicos no país.

6 recursos arquitetônicos para sustentabilidade na construção civil

Para acompanhar essa tendência de mercado, conheça alguns recursos arquitetônicos para sustentabilidade na construção civil:

1. Design passivo como ferramenta de sustentabilidade na construção civil

A localização da edificação e a sua orientação física são os elementos-chave do design passivo. Um projeto de construção verde deve ter janelas voltadas para o oeste, como uma maneira de diminuir a exposição à luz solar, o que manterá o conforto térmico por mais tempo.

Também é importante observar o tamanho da construção, já que um imóvel pequeno produz um impacto ambiental menor do que uma edificação grande – mesmo que ambas sejam construídas com técnicas ecológicas. Por exemplo: um imóvel amplo e espaçoso leva muito mais tempo para se tornar aquecido, assim como para se resfriar, do que um imóvel menor, gerando maior consumo energético.

2. Sistemas de coleta e reaproveitamento de água da chuva

Um projeto de sustentabilidade na construção civil deve incluir um sistema de coleta da água da chuva dos telhados, assim como um sistema de armazenamento dessa água em tanques para posterior utilização. A água coletada pode ser reutilizada para a limpeza da casa, para a manutenção dos jardins e para os banheiros, por exemplo.

Incluir torneiras e chuveiros de baixo fluxo no projeto também é uma boa maneira de economizar água e tornar a edificação muito mais sustentável.

3. Materiais de construção sustentáveis em todas as fases da obra

Sem dúvida, os recursos arquitetônicos para sustentabilidade na construção civil mais populares e também os mais viáveis em qualquer projeto são os materiais de construção ecologicamente corretos.

Todas as partes de um projeto de construção, desde o telhado até o piso, devem ser ambientalmente amigáveis. Telhas ecológicas, vidro reciclado e materiais naturais como o bambu, cortiça e o linóleo são ótimas opções para projetos sustentáveis.

A reutilização de materiais que seriam descartados, como tijolos quebrados que podem ser utilizados em pisos e pavimentos, e a madeira proveniente de demolição que pode ser utilizada como revestimento e também em mobiliário, são materiais de construção altamente sustentáveis para criar construções verdes, originais e criativas.

 

4. Energia fotovoltaica e energia térmica solar

É inegável o crescimento do uso da energia solar no país. Só em 2017, foram instalados mais de 20 mil sistemas de energia solar fotovoltaica nas edificações brasileiras.

Além da redução do consumo de energia elétrica para iluminação, a inclusão de um sistema de energia solar em uma edificação proporciona economia nas contas de consumo de água e energia elétrica, de uma forma geral. Por exemplo, o uso de placas solares para aquecer a água é uma solução que reduz o desperdício de água, uma vez que, com ele, vários litros de água não escoam pelo ralo enquanto o banho não atinge a temperatura desejada.

5. Paisagismo funcional

Recursos de construção sustentáveis como paredes verdes e janelas de alto desempenho podem ajudar a criar um ambiente mais limpo e saudável. Além disso, incluir áreas verdes nas edificações, com design único, é uma escolha que melhora a paisagem urbana enquanto promove a qualidade do ar.

Um projeto de sustentabilidade na construção deve incluir recursos paisagísticos que valorizem a iluminação natural. Por exemplo, incluir árvores ou plantas com folhagens altas nos lados sul e oeste da casa impede que a luz do Sol deixe o ambiente muito aquecido.

6. Isolamento térmico

Casas sustentáveis ​​precisam de um isolamento eficaz para manter a edificação fresca no verão e quente no inverno.

Aproximadamente 50% do consumo de energia de um imóvel deriva dos gastos com a climatização, uma vez que o ar escapa do ambiente interno pelas janelas e portas. Ao garantir que um espaço seja bem isolado, o seu projeto contribuirá para redução de despesas com fontes artificiais de aquecimento e refrigeração, proporcionando mais conforto térmico no ambiente.

Construir uma casa sustentável requer usar técnicas inovadoras, recursos naturais e materiais inteligentes, considerando a eficiência energética, o desempenho e o apelo estético de cada item, visando tornar a edificação mais confortável para os seus usuários, sem prejudicar o meio ambiente.

Agora que você já conhece seis recursos para a sustentabilidade na construção civil, que tal conhecer as melhores certificações para o seu projeto?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.