10 exemplos de sustentabilidade na construção civil

São muitos os exemplos de sustentabilidade na construção civil. Edifícios em todo o mundo estão adotando estratégias operacionais e de construção sustentável. No Brasil, não é diferente: o país ocupa o 4ª lugar no ranking mundial de construções sustentáveis com a certificação LEED.

Imagem ilustrativa de sustentabilidade na construção civil

O aumento no número de iniciativas “verdes” na construção civil não advém apenas do aumento da conscientização sobre as mudanças climáticas ocorridas no planeta, mas também da necessidade da arquitetura se reinventar frente a novas técnicas e materiais.

Os “edifícios verdes” são construídos para minimizar o desperdício de água, oferecer eficiência energética, conservar os recursos naturais e, o que é melhor, para oferecer aos ocupantes um ambiente saudável para viver e trabalhar.

No post de hoje, vamos listar 10 exemplos de sustentabilidade na construção civil para inspirar o seu projeto. Boa leitura!

O que é uma construção civil sustentável?

Há muito tempo, a questão do Meio Ambiente e o uso dos recursos do planeta vem sendo debatida mundialmente. Segundo dados da Onu, a primeira grande conferência para um desenvolvimento sustentável se deu em 1972, na Conferência de Estocolmo.

Desde então, aconteceram vários outros encontros. A cada um, mais questões eram abordadas, conforme o mundo se desenvolvia em tecnologia e exploração do Meio Ambiente. Por fim, a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável — realizada em 2015 — foi o momento para criar a Agenda 2030.

Nesse documento, há 17 pontos a serem trabalhados por todos os países. Dessa forma, os governos se comprometeram a rever e melhorar vários pontos para chegar a esse mundo sustentável em 2030. Dentre os aspectos citados, alguns são:

  • cidades e Comunidades sustentáveis;
  • energia limpa e acessível;
  • ação contra a mudança global do clima;
  • consumo e produção responsáveis.

Sendo assim, o compromisso da sustentabilidade é exigido dos governos. Contudo, esse compromisso depende de ações que envolvem também, cada empresa e pessoa que possa aderir ao plano de um mundo sustentável.

No caso da construção civil, o reaproveitamento de recursos naturais; o respeito ao ecossistema já existente e o uso de tecnologia a favor de um menor consumo de recursos — com o máximo de eficiência — são alguns pontos a serem trabalhados. Na prática, alguns exemplos são:

Por que se preocupar com sustentabilidade?

Sustentabilidade não é só conversa da moda. Além da importância ecológica, ela traz inúmeras vantagens para a empesa e, consequentemente, para seus clientes.

Economia

Investir em sustentabilidade pode gerar uma grande economia no projeto, principalmente durante a construção — no reaproveitamento e gerenciamento correto de recursos e materiais —, quanto nas próprias escolhas feitas em relação àquela construção. De um jardim até o uso de tecnologia para captar energia solar.

Durabilidade

Outra preocupação com a sustentabilidade é a redução do consumo. Isso quer dizer que a durabilidade de materiais também é um ponto-chave em seu projeto. Por exemplo, o uso de um material sustentável pode ser mais caro. Porém, valerá à pena quando o cliente não precisar trocar com frequência ao longo dos anos.

Qualidade de vida

Para o cliente final que vai morar ou trabalhar na construção sustentável, nada melhor do que estar em um ambiente bem utilizado. Um lugar que lhe proporciona ar mais puro, luz natural, pouco gasto com energia e outros aspectos que colaboram com sua qualidade de vida.

Rentabilidade

Fazer construções sustentáveis é algo valorizado, portanto um projeto desse tipo tem mais chances de receber incentivos e conseguir financiamentos. Depois de construído, esse empreendimento também será vendido ou alugado mais facilmente, já que sustentabilidade é um diferencial nos imóveis.

Destaque arquitetônico

O uso de materiais sustentáveis e as inúmeras possibilidades de projeto, também oferece um estilo único para os green building. São muitos os exemplos que, além da sustentabilidade, são belas construções que se destacam, em relação ao ambiente que foram inseridas.

Bons exemplos de sustentabilidade na construção civil

1. Centro de Cultura Max Feffer

Entre os exemplos de sustentabilidade na construção civil destaca-se o Centro de Cultura Max Feffer em Pardinho, São Paulo. Idealizado pelo arquiteto Leiko Motomura, o complexo foi construído com técnicas ecológicas inovadoras e sustentáveis.

O prédio conta com uma estrutura de bambu, um material sustentável leve e durável. O projeto foi executado de modo a aproveitar as dimensões naturais do material sem que houvesse a necessidade de corte ou serragem. A cobertura foi feita com telhas ecológicas Onduline de cor branca, material sustentável de alta resistência, leve e com durabilidade excepcional. A pintura clara oferece o benefício adicional de diminuir a absorção de calor, possibilitando economia de energia.

O escoramento da laje do prédio principal foi feito com eucalipto reaproveitado de outras construções, tijolos de demolição foram usados na construção das paredes e chapas de ferro industriais foram utilizadas como gradis dos espaços de uso comum do prédio.

A construção, que ostenta a certificação LEED, adota outras soluções sustentáveis como o aproveitamento de materiais reciclados para construção de pisos e baixo consumo de energia elétrica, devido ao aproveitamento da luz natural.

Também merece destaque a técnica de permeabilidade no solo, um sistema de drenagem feito de garrafas PET. Além disso, o complexo possui um sistema de coleta de água de chuva, usada para limpeza e jardinagem, o que possibilita redução na conta de água.

2. Minha Casa Minha Vida

No bairro de Pau da Lima, em Salvador, o projeto habitacional MCMV, financiado pela CAIXA, visa criar espaços integrados à dinâmica das cidades e focados na qualidade de vida dos moradores, o que torna esses núcleos habitacionais exemplos de sustentabilidade na construção civil.

A preocupação com a sustentabilidade em cada um dos condomínios está associada à necessidade de se obter imóveis de qualidade, que propiciem a redução de resíduos e promovam a eficiência hídrica e energética das edificações.

3. Centro Sebrae de Sustentabilidade

Vencedor do prêmio BREEAM Awards 2018 como o melhor edifício sustentável das Américas, o prédio projetado pelo arquiteto José Portocarrero se apropriou de técnicas construtivas da cultura indígena para possibilitar maior conforto térmico aos ocupantes do espaço.

Entre os exemplos de sustentabilidade na construção civil, o projeto, localizado em Cuiabá, também se destaca pela utilização da luminosidade natural, facilidade de resfriamento dos ambientes internos e captação da água de chuva para uso na lavagem de pisos e na irrigação dos jardins. Além disso, o projeto conta com painéis fotovoltaicos que permitem economia energética.

4. JK 1455

O prédio, localizado na capital do Estado de São Paulo, passou por uma longa adequação nos últimos anos para se tornar sustentável. Entre as soluções verdes que renderam ao projeto a primeira certificação LEED Ouro do país estão a redução do consumo de energia e reaproveitamento da água da chuva para limpeza das dependências internas.

5. Palácio Capanema

Imagem do Palácio Capanema, Rio de Janeiro, Capital.

Uma construção sustentável também deve levar em consideração a adequação de materiais para o clima da região onde serão utilizados.

Com paisagismo de Roberto Burle Marx, o Palácio Capanema usa em sua estrutura madeiras de reflorestamento e concreto armado, ideal para climas úmidos e quentes.

Localizada no Rio de Janeiro, a edificação se destaca entre os exemplos de sustentabilidade na construção civil por exibir um elegante “telhado verde” que utiliza espécies nativas da Serra do Mar. Essa cobertura ecológica forma uma camada de isolamento que possibilita a redução de ruídos e do calor, diminuindo as contas de energia, uma vez que ambiente tem menor necessidade de aquecimento ou resfriamento artificiais.

6. Conjunto Nacional

Conjunto Nacional localizado na Avenida Paulista, São Paulo, Capital

A sustentabilidade de uma construção também deve prever a qualidade de vida e a acessibilidade dos ocupantes do espaço.

O Conjunto Nacional, projeto de arquitetura modernista, localizado no centro de São Paulo, inovou na época em que foi construído ao estabelecer um diálogo entre a construção e o passeio público, cuidando de questões culturais, ambientais e sobretudo priorizando novas técnicas construtivas economizadoras de energia.

7. Vista Guanabara

Desenvolvido pelo escritório de arquitetura norte-americano Kohn Pedersen Fox, em parceria com o escritório nacional ARQ&URB projetos, o prédio, localizado no Rio de Janeiro, foi idealizado para ser autosuficiente. Além dessa eficiência energética, a edificação faz uso da capitação da água da chuva e gerenciamento inteligente de resíduos.

8. LC Corporate Green Tower

Projetado pelo arquiteto Nasser Hissa, o prédio, localizado na cidade de Fortaleza, destaca-se por usar lâmpadas LED nas áreas de uso comum e também pela inclusão de vidros inteligentes no imóvel, capazes de filtrar os raios UV.

O prédio também conta com isolamento termoacústico, o que possibilita a redução das oscilações de temperatura e contribui para o bem-estar dos ocupantes de cada uma das salas do condomínio.

9. Sinduscon

Entre os exemplos de sustentabilidade na construção civil, está o edifício Sinduscon, que ostenta o título de prédio mais sustentável do Paraná. O projeto, que conta com a certificação AQUA, foi idealizado de modo a fazer a gestão sustentável da água, adotando recursos como a captação da água da chuva.

O prédio também conta com soluções eficientes em termos energéticos como a adoção de painéis solares e o uso de lâmpadas LED.

10. São Paulo Corporate Towers

São Paulo Corporate Towers, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo, Capital

Na capital do estado de São Paulo, o complexo administrativo, que ostenta a certificação LEED CS Platinum, faz uso das fachadas de alto desempenho, gerenciamento da água da chuva e espaços que contam com iluminação natural.

Desde que as mudanças climáticas se tornaram um problema, a arquitetura vem buscando alternativas mais sustentáveis de contribuir com a cena urbana. Diante desse cenário, os “edifícios verdes” são definitivamente um passo em direção à sustentabilidade.

Agora que você já conhece alguns exemplos de sustentabilidade na construção civil, que tal conhecer 5 certificações sustentáveis para os seus projetos?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.